Tapete de Flores!

Eis meu vislumbre

A linda e histórica casa…

Em pleno jardim

De noite, entre os vagalumes.

Um lindo luar sem fim!

De família unida,

Primos, avós,

Quantos pães ali se fazia…

Pelas mulheres,

Dessa grande família!

À mente vem os porcos,

O trigo, a cevada…

Quanta saudade,

Ali da nossa metade!

Aos pés desse singelo tapete!