Saudade

AmanhĆ£ minha sobrinha volta para o Brasil
Da um aperto no peito.
Misturado a sensaĆ§Ć£o de inĆ­cio da nova vida chegando.
AmanhĆ£ comeƧo minhas aulas de conduĆ§Ć£o.
šŸ™ŒšŸ»šŸš—
Fevereiro a Valentina comeƧa a faculdade.
E quem sabe nĆ£o rola um trabalho? šŸ¤“
Conforme vai passando o tempo eu devagar vou percebendo nitidamente que a vida Ć© muito curta pra qualquer coisa que a gente venha a sentir. Sobretudo “saudade”.
Ela que as vezes dĆ³i.
Sufoca.
E ao mesmo tempo alimenta a felicidade dos tĆ£o desejados reencontros.
Cada um tem sua vida pra viver.
O seu tempo pra curtir.
A sua mala pra fazer.
Mala de sonhos, de viagem, de possibilidades.
ā¤šŸ€

AnĆŗncios