Casinha de Lisboa

Nas ruas, pequenos pedregulhos

Nas janelas, singelos murmúrios.

Flores pra todo canto.

Árvores que me abraçam tanto.

Cartas de romance…

Tudo ali, ao meu alcance!

Músicos na calçada,

Minha alma foi tocada!