Domingo

Hoje decidi não ser específica em meu Blog.

Sobretudo (amo essa palavra), porque no mundo não existe apenas mulheres e a saúde é um dever de todos. Com quem? Consigo mesmo em primeiro plano.

Homens. E por que também não escrever sobre eles? Tive um super PAI, tenho um companheiro que amo que me apresentou o mundo e um irmão que tem a mais doce voz ao cantar.

Filhos? Poxa, tenho uma filha maravilhosa, que sempre sorri diante de meus queixumes. Que ao nascer sorria gorjeando e gorjeava sorrindo.

Amigos? Nunca tive muitos, a timidez nunca me permitiu mas os poucos que ganhei durante a vida, ainda que com pouco contato são pessoas que guardo no coração…Quem são? Para não causar ciúmes menciono apenas a de infância Eliane Biasi, minha irmã postiça, que esteve e estará sempre perto de mim. E a de adolescência, a Luciene Coca, que simplesmente me fazia rir mesmo quando estava triste e fazia pão de queijo toda vez que íamos em sua casa mortas de fome (rsrs). O “íamos” é por conta de minha irmã que não saía do meu pé…(rsrs) Luciana Bosqueiro, que amo muiiiito.

Hum, está faltando gente aqui: a Lívia, minha irmã brava e poeta. Delicada e especial. E minha Super mega mãe, a Dona Maria. A rainha da hipérbole.

Cunhados? O parágrafo será somente dele. Roney Altieri. Um cara com um coração gigante, um escritor formidável….esse precisa criar um Blog pra ontem! Quantas historias tem pra contar. Certamente teria record em visualizações!

Pessoal, a poesia sempre foi o meu grande impulso para escrever. Mas descobri que Poesia não é somente um monte de palavras reunidas, as vezes com rima, as vezes sem. Poesia é flor na janela, é sorriso espontâneo, é assistir Freddie Mercury e chorar a cada composição, a cada performance e acima de tudo a cada gesto ou sombra da mais pura sensibilidade jamais vista.

Então meus ainda “poucos seguidores”, escreverei aqui nesse Blog o que vai em minha alma!

Bom domingo e uma ótima semana! 🙂

Anúncios

1 comentário

  1. Agradeço a citação e os elogios sempre em exagero… rss
    O segredo do sucesso da escrita? Penso que seja poder ver nas palavras as imagens daquilo que contas. Eu vi.

Deixe uma resposta