Mulher

Dona de seu desejo,
Temida por seus feitos!
Poetisa,
HeroĆ­na,
Incompreendida!
Na fragilidade encontra sua forca,
No traƧo delicado, desperta
AĀ  doƧura,
AĀ  sensualidade…
Ɖ envolvida pelo mistĆ©rio…
Da vida,
Da fertilidade,
Da sexualidade.
Exerce no homem, na vida,
O fascĆ­nio…
De seu olhar,
De seu afago,
De sua inconstĆ¢ncia!

AnĆŗncios