Mulher

Dona de seu desejo,
Temida por seus feitos!
Poetisa,
Heroína,
Incompreendida!
Na fragilidade encontra sua forca,
No traço delicado, desperta
A  doçura,
A  sensualidade…
É envolvida pelo mistério…
Da vida,
Da fertilidade,
Da sexualidade.
Exerce no homem, na vida,
O fascínio…
De seu olhar,
De seu afago,
De sua inconstância!

Anúncios

4 comentários

  1. Parabéns Van, sempre gostou muito de escrever, fico feliz que tenha decidido compartilhar um pouco dos seus pensamentos e idéias. Beijo grande.

Deixe uma resposta